terça-feira, 8 de maio de 2012

A mulher do viajante do tempo - Audrey Niffenegger.

 Há alguns posts atrás - ou melhor, há vários e vários posts atrás - eu havia comentado sobre a minha vontade de ler este livro. Acontece que primeiro eu assisti ao filme "Te amarei para sempre" e depois, navegando pela internet, descobri que um livri havia inspirado tal obra audiovisual.

Se trata do livro "A mulher do viajante do tempo", título inglês: "The time traveler's wife".
A obra conta sobre um homem que pode viajar no tempo de forma aleatória, pulando anos e ás vezes pulando dias. Ele conhece a 'futura' esposa, Clare, quando esta era ainda uma criança e isso faz com que eles se conheçam durante a vida inteira mesmo. É um amor surreal, mas é tão bonito. Desde quando assisti ao filme fiquei com a percepção que seria interessante conhecer todas as etapas da vida daquele que escolhemos para casar e formar uma família. O tempo é tão corriqueiro que muitas vezes as pessoas passam anos e anos ao lado de alguém sem conhecer verdadeiramente quem é a pessoa que escolheram para compartilhar a vida.

A história é narrada por Henry e Clare. Ambos os trechos abaixo são narrações de Henry:

"- Você algum dia já se perguntou se sou real - ela me pergunta, surpresa - Talvez eu esteja sonhando com você. Talvez você esteja sonhando comigo. Talvez a gente só exista nos sonhos um do outro, e todo dia quando acorda de manhã se esqueça um do outro."

"Mas é muito raro eu ir ao futuro, e acho que ali nunca vi nada que eu considerasse útil. É sempre bastante rápido e talvez eu apenas não saiba o que estou vendo. É o passado que exerce muita atração. No passado, eu me sinto muito mais consistente. Quem sabe o futuro em si seja substancial? Sei lá. Sempre tenho a sensação de estar respirando ar rarefeito no futuro."

Como sempre, o livro é mais detalhista do que o filme. A obra audiovisual também ficou bonita, porém mais romântica do que científica.
Gostei principalmente da música escolhida como trilha: Broken - Lifehouse. Acho que ela conseguiu traduzir exatamente a ideia do amor impossível entre o viajante do tempo Henry e Clare e o quanto a história deles é linda, porém triste.


 Trailer:


 Curte a página: http://www.facebook.com/doceestranhomundodecarol

Beijo, C.

3 comentários:

  1. "Que a cada manhã a sua coragem acorde bem juntinho de você, sorria pra você, e o convide para viverem uma história toda nova, apesar do cenário aparentemente costumeiro."

    Caio Fernando Abreu


    ...Que lindo este cantinho!!
    adorei aqui, e com certeza ficarei :)

    estou seguindo..
    retribui??

    beijos
    http://momentosdapathy.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Certo Patricia... Volte sempre e muito obrigada pela visita.
    Beijo, C.

    ResponderExcluir
  3. O livro e sensacional do começo ao fim ...já o filme me decepcionou , muito fraco , e deixa de contar fatos importantes para o entendimento do enredo ..de qualquer forma recomendo muito o livro " A mulher do viajante no tempo "- Audrey Niffenegger. ^_^/ . Boa noite !

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...