quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Inspiração Chuck & Blair V.

" - Mesmo tendo se passado tanto tempo, talvez eu ainda carregasse a sensação de não te encontrar novamente. Sei que uma parte de mim ansiava por esse momento, pelo depois de uma história terminada, mas a outra parte de mim desejava que você tivesse sumido da mesma cidade em que eu vivo.
Chuck nada disse, mas não porque não encontrou as palavras certas e sim porque possuía o mesmo receio de Blair. Encontrá-la depois do término da história dos dois não era algo agradável tanto para ela quanto para ele.

- A verdade é que agora a pouco enquanto te olhava de longe você ainda parecia inofensivo. Talvez eu nunca deixe de te considerar dessa forma.
- Blair, nunca foi minha intenção que você mudasse a imagem que possuía em relação à mim. Não queria que você deixasse que o meu lado errado superasse o que ainda trago de bom.
- Mas isso, Chuck, talvez fosse pedir pelo impossível. Nada vive-se sem ser repensado ou religado no pensamento. E também existem situações e atitudes que fazem com que mudemos nossa percepção sobre algumas pessoas.

Chuck não se preciptou com a declaração de Blair. Ele sempre havia sido o garoto de tantas garotas - elas praticamente faziam fila e esperavam o tempo necessário para um dia finalmente estarem nos braços dele - e sempre sentira-se pouco atraído por todas as que havia encontrado. Blair sempre seria a exceção de sua vida, mesmo que as coisas não tivessem dado certo entre eles dois.

- Eu já possuía, Chuck, a leve impressão de que éramos muito diferentes para ficarmos juntos e com o último momento que passamos juntos isso se tornou muito mais claro para mim. Vivemos em situações, perspectivas e valores diferentes. Não daria certo, pois um ou outro sempre estaria em desencontro. Mesmo te amando, hoje admito isso para mim com muito mais segurança.

É claro que Blair estava com a razão, mas por um momento, pelo amor que ele havia sentido por ela, pensou que poderiam ter tentado ir além das diferenças entre os dois. Ele pensou que ela iria conseguir modificar nele o que tantas garotas até então não haviam conseguido. Blair era sua esperança para tornar-se alguém melhor, porém ele sabia que a palavra final havia sido dele e quando falou que não iria mudar, Blair acabou desistindo.

- Blair... Eu... Me desculpe. As coisas não funcionaram para nós e eu sinto muito, pois sinto que sempre desejarei essa garota que não vive no mesmo tempo que eu e nem possui os mesmos valores que possuo. Mas saiba que eu te admiro muito e que sempre estarei torcendo por você onde quer que você esteja. Jamais negarei o quanto te achei linda desde a primeira vez em que te vi e não vou esconder isso agora e também quero que você saiba que o seu futuro será brilhante, pois poucas garotas que conheci possuem o mesmo brilho que vejo em você. E para tudo isso você merece alguém muito melhor do que eu, alguém que possua todo o amor que eu não sei demostrar que existe em mim, pois apesar de querê-la muito, não consigo amá-la justamente. Eu sinto muito pelo jeito como terminou, mas saiba que jamais vou esquecê-la.

- Sempre que achar que o seu mundo estiver se despedaçando, lembre-se de mim, Chuck.

A música que ali começava a tocar falou pelos dois, quebrou a barreira do silêncio e desfez o último suspiro.
"Eu estava pensando nela, pensando em mim, pensando em nós, o que vai ser? Abro os olhos, sim, era só um sonho, então eu viajo de volta por esse mesmo caminho. Ela vai voltar? Ninguém sabe. Eu percebo, sim, que era apenas um sonho."

 Ele jamais conseguiria esquecer de Blair. Ele a admirava demais para conseguir ser capaz de detê-la de seus pensamentos e tão pouco conseguiria apagá-la de seu coração."

Texto criado por mim inspirado no casal Chuck & Blair de Gossip Girl. Crio pequenos fragmentos de histórias e coloco-as aqui sob o título de "Inspiração Chuck & Blair." Quem sabe um dia reúno todas as histórias e monto um livro!

Beijo, C.

Florianópolis/SC - Fala Turista.


Fonte: belasantacatarina.com.br
Florianópolis, capital catarinense, proporciona diversas atrações turísticas. A infra-estrutura da cidade oferece ótimas condições para receber os visitantes e garantir uma boa estadia. A praia da Joaquina é uma referência da capital, o nome originou-se de uma rendeira que vivia numa praia da região leste da ilha, Joaquina ensinava o ofício para outras mulheres e produzia belíssimas peças em renda; segundo a lenda contada no local, a rendeira foi tragada por fortes ondas do mar enquanto tecia na praia. Também conhecida como Joaca, ficou mais famosa na década de 70, quando ganhou a preferência de surfistas de várias regiões e destacou vários praticantes catarinenses do esporte. É considerada a praia com uma das melhores infra-estruturas, recebe uma grande quantidade de turistas e apreciadores do surf, vôlei e outros esportes. Algumas das características marcantes da Praia da Joaquina são o aglomerado de pedras formado na direção esquerda, a iluminação noturna e os chuveiros, tornando-a ainda mais bela e agradável. A praia da Joaca é, sem dúvida, um dos locais mais atrativos de Florianópolis. A hospedagem pode ser realizada num hotel Florianópolis localizado próximo a praia, onde são encontrados diversos bares e restaurantes.
  
fonte: turismo.culturamix.com



 Beijo, C.

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

A composição da felicidade.

 Você saberia dizer exatamente quais são os elementos responsáveis por esse composto tão precioso? E quais seriam as quantidades exatas de cada substância que deve ser colocada dentro?
Ou será que felicidade seria abstração? Algo tão surreal quanto o vento?

O que seria a felicidade se não viver um final de semana cheio de momentos marcantes e com pessoas marcantes? Um final de semana que superou qualquer expectativa que em algum momento fora depositada?

O que seria a felicidade se não experimentar coisas ou viver momentos que você nunca viveu? O que seria esse tão precioso composto se não jogar videogame depois de tantos anos e, ainda por cima, jogar um jogo que não necessita de controle, apenas dos movimentos do corpo; jogo ao qual você nunca havia possuído oportunidade de jogar? O que seria a felicidade se não atirar-se em uma piscina de roupa e tudo sob um calor de 30º?

O que seria esta composição se não dançar as músicas que você ama até os pés doerem em uma balada com seus amigos? Ouvir aquelas músicas que fazem você sentir positividade sobre tudo aquilo que você deseja alcançar.

O que seria a felicidade se não reunir toda a galera do seu último ano do ensino médio e fazer um almoço com direito a muitas risadas e a uma coleção de momentos inesquecíveis para cada um que lá esteve?
Qual seriam os elementos deste composto se não receber e devolver um abraço sincero naquela pessoa com quem um dia você brigou?

O que seria a felicidade se não você sentir que está aproveitando intensamente todos os momentos que a vida está lhe proporcionando? Pois a felicidade só é encontrada por aqueles que vivem cada momento unica e intensamente.

Eu já ouvi falar que ela é uma viagem e não um destino, então talvez ela seja um misticismo, uma viagem, algo passageiro - que vem e volta em determinados momentos. Mas, se quer mesmo saber, acho que a felicidade está em tudo e em todos os momentos, porém cabe a cada um de nós estarmos dispostos a sentí-la.

Beijo, C!

sábado, 26 de novembro de 2011

3 pontos turísticos, 3 cidades diferentes. O nosso Brasil!



Está com dúvidas sobre aonde passar as próximas férias de verão?
Rio de Janeiro - Fonte: Tumblr
O Brasil é um país rico em pontos turísticos, seja de caráter histórico ou de recursos naturais. As belezas são tantas que fica difícil selecionar o roteiro da viagem. As cidades de Florianópolis, Rio de Janeiro e Fortaleza compõem algumas das mais belas opções em turismo. Vamos conhecer melhor uma por uma?
Em parceria com a Fala Turista,  durante esta semana farei um post sobre cada cidade mencionada a cima! O verão se aproxima e as férias também... Escolha logo o seu roteiro!


Fortaleza.
Florianópolis - Fonte: ferias.tur.br










Beijo, C.

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Cry (just a little) - Bingo Players


 A letra e tradução é basicamente isso:

"Oh no, caught up in the middle
I cry just a little, when I think of letting go
Oh no, gave up on the riddle
I cry just a little, when I think of letting go"

"Oh não, Me envolvi no meio
Eu choro um pouco, quando eu penso em ir embora
Oh não, desisti do enigma
Eu choro um pouco, quando eu penso em ir embora"
 
A música vale mesmo pelo do ritmo e pelo clipe e não pela tradução.
Beijo, C!

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

O silêncio de tantas palavras.

 Gosto muito de palavras, letras, conversas, audição, detalhes escritos. Mas ás vezes a única palavra que encontro é o silêncio.

Há tantas situações em que dizemos aquilo que achamos necessário dizer, mas sempre temos a sensação de "eu poderia ter dito mais alguma coisa" quando a conversa se finalizou e tudo se tornou silêncio.
A verdade talvez seja que dizemos o necessário e que se disséssemos algo a mais, provavelmente estragaríamos o que foi dito durante a conversa.

Será que depois que conversamos com alguém deveríamos sempre possuir a sensação de que falamos tudo o que tínhamos vontade para falar, ou será que várias vezes existirá a sensação de que poderíamos ter falado algo a mais?

Também dizem que ás vezes o silêncio pode falar mais do que mil palavras, que nele pode ser contido toda uma felicidade ou toda uma dor sem que nada precise ser transmitido audivelmente.

Ás vezes quando relembro conversas que tive eu penso se em algumas delas não deveria ter dito algo a mais - talvez uma palavra, que fosse. (Dúvido que já não aconteceu pra você).
Porém, logo penso que na conversa foi contido o que deveria ter sido contido, talvez com uma palavra a menos do que foi dito acabaria sendo uma conversa sem fundamento e se houvesse uma palavra a mais, provavelmente a conversa se tornaria um exagero.

Nessas horas que você acha que deveria ter dito alguma coisa a mais, acaba percebendo que o silêncio foi a melhor palavra que poderia ter encontrado, que tais conversas possuíram a duração necessária para que possuíssem o significado que precisavam ter.

Beijo, C.

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Tvd 3x02 - The Hybrid - Damon & Elena

D: Não achei que Stefan tinha partido, mas me enganei.
E: Você o viu? Damon, ele está bem?
D: Não, não está. Ele é um mártir insuportável que merece uma surra. Mas ele me salvou.
E: O que aconteceu lá? O que fez mudar de ideia?
D: Eu mudei de ideia porque mesmo estando nas trevas, meu irmão não conseguiu me deixar morrer. Então acho que devo o mesmo a ele. Ajudarei a trazê-lo de volta.
E: obrigado!
D: Mas, antes disso, quero que me responda uma coisa: O que fez você mudar de ideia?
E: como assim?
D: estava tão decidida a ficar naquela montanha, e desistiu. O que a fez mudar de ideia?
E: estávamos sob ataque, Damon.
D: Tinha uma bolsa com armas e um professor com o ánel da imortalidade. Poderia ter continuado!
E: era perigoso demais.
D: era perigoso demais desde o começo, então o que foi?
E: por que está assim?
D: o que a fez mudar de ideia, Elena?
E: Não queria ver você se machucar, certo? Eu estava preocupada com você.
D: obrigado!
E: Sim, me procupo com você. Por que ainda tem que me ouvir falar?
D: Por que quando trouxer meu irmão e entregá-lo a você quero que lembre as coisas que sentia quando ele estava longe.




Música dessa parte do episódio: Echo - Jason Walker.

Beijo, C.

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Paraíso.

 Quando você deseja, o mundo se transforma.
Quando você acredita, ele passa a ser aquilo que você sonhou.

A música de hoje se chama Paradise (Paraíso) do Coldplay e nela diz que uma garota tinha expectativas sobre o mundo, mas que isso havia voado além do alcance dela, então todas as noites ela fechava os olhos e sonhava com o paraíso.
Eu sei, a música é lançamento e por isso está tocando em todas as rádios do país e por isso está tocando no meu mp4 também. Mas não acho que isso seja puramente verdade, pois há músicas que mesmo que sejam lançamento ás vezes não me agradam e há também músicas de anos atrás que nunca consigo deixar sair do meu mp4. Paradise do Coldplay é uma música que continuará por muito tempo no dia a dia do meu mp4, pois ela tem muito significado.

Muitas pessoas desistem de encontrar o paraíso, muitas pessoas desistem no primeiro empurrão que levam. Tanta gente diz que não consegue, que não conseguiu, que não deu certo. Enquanto você está crescendo, descobrindo o que há do outro lado da rua, você acaba ouvindo histórias de pessoas que não conquistaram o que queriam e, acredite, se você não bloqueia isso, acaba sendo contagiado também.

Talvez nessas muitas histórias que ouvi, algumas pessoas tenham desistido porquê queriam tudo prontamente feito, desejar num instante para acontecer no instante seguinte. Talvez porquê não tinham paciência e empenho de verdade naquilo que queriam. Tantas suposições. Acho que elas não sabiam entender que conquistas ocorrem aos poucos, concluí-se uma meta por vez para um dia alcançar-se o objetivo. Não acontece da noite para o dia, é preciso tempo, paciência e cálculos minuciosos.

Na música a vida da garota se tornou pesada, cada lágrima que escorreu do rosto dela se transformou em uma cachoeira e todas as noites eram tempestuosas, porém ela encontrou o paraíso quando fechou os olhos.

Quando você visualiza o paraíso, os objetivos são projetados e, consequentemente, as metas também. Eu visualizei o paraíso, criei objetivos. Feito isso, comecei a coletar e comemorar as pequenas metas atingidas rumo ao meu objetivo.
Não se alcança um objetivo da noite para o dia, mas esteja certo: todos os dias alcançamos uma porcentagem daquilo que sonhamos.

Muito obrigada a todos que passam por aqui!!!

Beijo, C.

(Paradise- Coldplay)

domingo, 20 de novembro de 2011

Tudo acontecendo e nada ao mesmo tempo.

 O dia se fez nublado e você acordou com uma tosse irritantemente chata.
Você sente que está tudo e, ao mesmo tempo, nada acontecendo.
Bastante tempo para chegar até aqui, pouco tempo para ir embora.
Pouco tempo para tudo mudar. Isso gera certa aflição, ansiedade, tristeza, felicidade.
Ritmo de final de ano. Ritmo de que tudo está acontecendo, aqui e agora, e tende a aumentar a frequência.

O tempo voou até aqui. É realmente verdade que o verão já está chegando? E o Natal?
A vida se fez diferente, o relógio correu demais. Aconteceram tantas coisas, mas ás vezes pareceu um borrão. Será que você conseguiu fazer tudo o que tinha prometido fazer em 2011 quando estava no reveillon comemorando a chegada de mais um ano?
 Nem mesmo eu sei se fiz.

Esse dia nublado, essa correria, essa tosse persistente. Tanto tempo até aqui, mas também tempo algum.
Temos ainda alguns 40 dias até abandonarmos 2011 de vez. Se o ano não valeu nada até agora, talvez esses 40 dias bem vividos possam valer mais do que os tantos 365 dias pouco vividos de alguém.

Mas esteja certo, a melhor recompensa quando olhamos para os 365 dias que passaram é vermos que somos ou estamos melhores do que há 365 dias atrás.

Beijo, C.

sábado, 19 de novembro de 2011

As mais pedidas da semana no meu mp4.


 Aqui segue uma lista das músicas atuais ou não mais tocadas no meu mp4 essa semana!


Paradise - Coldplay.
"Quando ela era apenas uma garota ela tinha expectativas com o mundo, mas isso voou além de seu alcance. Então ela fugiu em seu sono e sonhou com o para-para-paraíso toda vez que ela fechava os olhos"
Clipe: http://www.youtube.com/watch?v=1G4isv_Fylg

Lighters - Bad meets Evil Feat Bruno Mars.
"Essa aqui vai para você e para mim, vivendo os nossos sonhos. Estamos bem onde deveríamos estar. Ergo os braços e abro os olhos e agora, tudo que eu quero ver é um céu cheio de lanternas."
Vídeo com a música: http://www.youtube.com/watch?v=MkJKFQFsQEA&feature=fvst

 Yellow - Coldplay
"Olhe as estrelas, Veja como elas brilham para você e para tudo que você faz.Sim, e elas eram todas amarelas"
Clipe: http://www.youtube.com/watch?v=1MwjX4dG72s&ob=av2e
 
E.T (futuristic lover) - Feat Katy Perry
 "Você é tão hipnotizante. Você poderia ser o diabo, poderia ser um anjo. Seu toque é magnetizante, parece que estou flutuando, deixe meu corpo irradiar."
Clipe: http://www.youtube.com/watch?v=t5Sd5c4o9UM

I can't get nothing - Tiko's Groove
Vídeo com a tradução: http://www.youtube.com/watch?v=mEk0mjfim9w
 Clipe oficial: http://www.youtube.com/watch?v=eoW2V2PcgMg

Beijo, C!!

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Sobre quem 2011 trouxe.


 Dia de típico de verão. Dia lindo!
Em um dia como esses acabo sendo feliz também. (Quando as coisas vão bem, você sente que desde o momento em que acorda o dia sorri para você.)
Talvez dias como este acabem me remetendo a um balanço geral - de tudo o que aconteceu até agora, de tudo o que realizei, daquelas situações em que eu não esperava nada e acabou sendo tudo - sobre este ano que já está acabando.

Hoje pensei sobre as pessoas que encontrei e fiz amizade em meio ao ano de 2011 e a surpresa me acompanhou no pensamento.
Eu ainda me surpreendo com as pessoas que entram em minha vida, pessoas as quais houve uma época em que eu olhava só de longe - muito longe - e, de repente, se envolveram em meu dia a dia, no meu cotidiano e acabaram se tornando parte da minha história.

Mas o mais incrível talvez seja sentir que os laços criados este ano não foram superficiais. Tudo começa com a conversa com uma pessoa e você acha que vai ficar por aí mesmo. Quer dizer, você faz uma socialização e quando vê acabou criando uma amizade.

Eu me pergunto porquê sempre achei que entre eu e essas pessoas sempre havia um grande abismo, uma grande e enorme distância. Não é a primeira - e também acho que não será a última - vez que isso acontece. Tantas pessoas que hoje são tão próximas de mim um dia foram as pessoas que eu via pelos corredores do colégio, até sabia o nome delas, mas nunca havia pensado que um dia me tornaria próxima. Não acho que seja questão de admiração, mas sabe quando você olha para alguém e só o que pensa é "Ele(a) deve ser tão legal." Isso já aconteceu comigo em relação à outras pessoas e já aconteceu com outras pessoas em relação a mim.


Talvez as amizades aconteçam quando devem acontecer, talvez seja somente necessário o intuito, a vontade, de que aconteça. E ai o destino se encarrega de fazer com que ambas as partes se encontrem no momento certo para que seja algo bom, para que seja algo que se torne mais do que uma circunstância, mas sim um momento que marque a vida das pessoas ali envolvidas.

Sempre considerei o setor imaginário o responsável disso tudo. Sempre considerei aquela lei da Atração - desde que assisti o filme - também. Hoje sou mais a favor do que nunca à essa lei. Atraímos justamente aquilo que desejamos. E tudo se concretiza quando é o momento certo.

Só o que posso cultivar é este momento. É este momento em que percebo quais são as pessoas que me cercam, o quanto um dia reparei nelas de longe e o quanto hoje estão por perto.
Só o que posso sentir é que por essa pequeno balanço sobre quem encontrei este ano, 2011 já valeu a pena.

Beijo, C.

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Trechos do livro O que realmente importa?


"A vida é um milagre repleto de inúmeros pequenos milagres que acontecem diante de nossos olhos todos os dias. Só não enxerga quem não quer."
"Porque tudo passa, e a única coisa que fica é a esperança de que amanhã seremos melhores do que somos hoje."
"Ninguém é tão bom quanto parece, nem tão ruim como demonstra ser."

"Uma das melhores sensações que um ser humano pode ter é perceber que sua intervenção fará uma diferença positiva na vida de outro ser humano."
"As coisas que realmente importam na vida custam zero."
"Existem coisas que o homem nunca será capaz de saber. Coisas que estão acima da nossa capacidade de entendimento, mistérios que não podemos descobrir pela razão. Alguns desses mistérios podemos sentir. Outros, imaginar. Mas há também aqueles dos quais não fazemos a menor ideia."

"A importância das coisas pode ser medida pelo tempo que estamos dispostos a investir nelas."
"Ter coragem é ter consciência do tamanho do desafio e estar disposto a caminhar nessa direção."
"O dinheiro é apenas a consequência de um excelente trabalho, mas não é a quantidade de horas que você passa no trabalho que define a excelência do que você faz."
"Não importa o que esteja acontecendo, mas como você se sente sobre o que está acontecendo."

"Nossas decisões e atitudes são sempre baseadas em nossos valores."
"Só sabemos o que é ganhar porque já perdemos um dia."
"Não há nada melhor do que ver seu esforço ser reconhecido."
"O modo como você define e realiza suas metas definirá seu destino."
"Para a física quântica, tudo no universo já existe antes de acontecer. Pode não existir concretamente, materialmente, mas existe como possibilidade."
"Se você for capaz de se ouvir, saberá, a cada pequena decisão, o quanto ela o afasta ou o aproxima de seu destino."

Frases retiradas do livro "O que realmente importa?" escrito por Anderson Cavalcante.
Beijo, C.

Curta https://www.facebook.com/doceestranhomundodecarol

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Um trecho do Oceano Atlântico.

 Inevitável deixar os últimos dias que não postei aqui passarem em branco. Viajar é bom demais para eu me esquecer de deixar alguma nota sobre onde estive.

Talvez não precise especificar aqui o nome da cidade, localização, coordenadas geográficas. É melhor que você somente saiba que onde estive era litoral. E essa praia do litoral eu já considero minha segunda casa - ou segunda cidade, melhor contextualizando.

Enquanto passeava pelas ruas da praia, mesmo sem a companhia do sol durante todos os momentos do dia, senti que estava sendo extremamente bom estar ali. Acontece que o que sempre prezei nessa praia foi o movimento de pessoas vindas de qualquer canto do Rio Grande do Sul e até mesmo de países vizinhos, o artistíco calçadão que lota totalmente no fim de tarde e durante a manhã, o quanto a vida é diferente lá do que na cidade em que compartilho minha vida com mais frequência. Porém, uma obra da natureza que sempre prezei em qualquer praia é o mar.

Alguém saberia explicar por que é tão bom olhar o mar? É viciante! Você visualiza o mar e todas as sensações possíveis te envolvem - calma, leveza, nostalgia, tristeza, felicidade.
Acho que olhar para o mar faz com que eu me lembre que tão pouco sei sobre a vida, que todo o conhecimento que adquiri até agora não é 1% de tudo o que ainda conhecerei.

O mar é viciante. Não sei bem se é o movimento das ondas, a brisa ou o barulho que faz a água. É algo hipnótico, você é capaz de perder horas admirando esta pequena porcentagem do Oceano Atlântico à qual tem acesso.
O mar é nostalgia, saudades e seus complementos.
O mar é felicidade e tristeza, um misto dos dois sentimentos. É paz, também.

No fundo acredito que o mar sempre me diga que aconteça o que acontecer, as coisas vão sempre ficar bem. Deve ser porquê quando olhamos para ele somos convocados a pensar sobre quem somos, o que andamos fazendo, se estamos contentes aonde estamos e com a vida que levamos, e talvez ele também nos recorde o mistério que sempre precisamos lembrar que é o destino de nossas vidas. Chegamos até aqui, mas tão pouco saberemos sobre o amanhã. E aí somos remetidos à saudade novamente, às incógnitas que tão pouco saberemos desvendar.

O Mar é calma, mar é mistério, mar é algo que deve ser admirado. O mar só quer nos dizer "aproveite, pois ainda há tempo".

Beijo, C.

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Trechos do livro Traçando New York.

 "Acredito que esta é a melhor maneira de se conhecer uma cidade: a pé, compartilhando de seus ruídos, sentindo os seus cheiros, vendo de perto as suas luzes, tocando suas cores, convivendo com seus nativos."
"Uma dica: a melhor época para se traçar New York é no outono."

"O espetáculo mais barato, e talvez o melhor, de Nova Iorque é a própria cidade e os seus habitantes de verão."
"As bordas podem estar desmoronando, mas esta ainda é a capital cultural do mundo. É a capital da moda, das comunicações e das finanças do país. Talvez seja aquele alento da decadência, o último fulgor da lâmpada antes de queimar, mas que é estimulante fazer parte disso, é. Com ou sem chafarizes."

"Algumas cidades são apaixonadas por si mesmas. O Rio é um exemplo. San Francisco é outro. Nova Iorque é outro."
"Nova Iorque tenta cultivar o seu espírito diferente em meio ao debacle. "Eu amo NY" é o slogan de uma campanha para atrair turistas, criado anos atrás. Até hoje os visitantes saem da cidade com a frase escrita em botões, camisetas, bonés, etc."

Livro escrito por Luis Fernando Verissímo - com desenhos de Joaquim da Fonseca.
Ameei ler esse livro! Aumentou ainda mais a minha vontade de conhecer New York!
Beijo, C.

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Viajando.

  Neste texto mencionarei um tipo específico de viagem: Viagem com a galera.
É que hoje a noite a galera do colégio está indo viajar rumo ao Beto Carreiro e eu tenho certeza que a viagem vai ser o máximo. Isso me faz lembrar das viagens com a galera do colégio nas quais eu também estive presente: Não há como descrever tamanha diversão!

Fui em duas viagens com o colégio: a primeira ao Paraná e a segunda ao Uruguai.
Na primeira viagem eu não conhecia metade das pessoas que estavam presentes pelo fato de eu ter recentemente entrado em um novo colégio no ano de 2009. Eu nunca havia conhecido além de Santa Catarina e para ir nessa viagem eu nem pensei muito, apenas decidi que iria e fui.

Em toda a viagem de ida se eu dormi 30 minutos sem acordar uma única vez foi bastante tempo. Foram mais de 10 horas de viagem e o barulho foi total. Talvez um ou dois conseguiram dormir, mas a grande maioria ficou acordado. Acontece que nós tínhamos um violão e pessoas sem nenhum sono que fizeram com que os que tinham algum sono ficassem acordados também.

No hotel a história também não foi diferente. Dormi tão pouco quanto na viagem de ida. Talvez essa tenha sido a viagem que eu dormi menos até hoje. Mas não me arrependo de ter ido, pois fiz uma grande amizade durante a viagem e as histórias sobre aqueles dias repercutem até hoje em dia (tipo hoje de manhã na turma em que estudo). Lá foi criado o "Vanderlei", a história do tio do Pingo - essa tem video - e também os bordões "Oh Vanderlei, o cheque voltô" etc.
São tantas histórias que talvez não coubessem todas neste texto.

Já ano passado fiz minha segunda viagem com o colégio. Também foi divertida, mas essa foi um pouco mais comportada - pelo menos no hotel -, já que o país era outro. Também nesta viagem pude dormir mais.

Hoje a noite a viagem é para o Beto Carreiro, mas nessa não vou. Não foi porquê eu não quis, mas é que este ano os planos foram outros.
Aqui onde me encontro, o rádio que tento sintonizar não consegue marcar uma frequência nítida. Geralmente neste trecho da viagem a situação é essa.
 A frequência é outra e eu estou em direção ao litoral neste feriado nacional.

Mas viajando ou não para o litoral ou para o Beto Carreiro ou para outros lugares, ou mesmo ficando na cidade, espero que cada um aproveite o feriado da melhor maneira possível.... E que se forem viajar, que voltem vivos na terça ou quarta feira para que tenhamos histórias felizes pra compartilhar.

Beijo, C. Um ótimo feriado !!!! Acho que só postarei aqui novamente na terça-feira... ou antes.

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Castle made of sand (Pitbull ft Kelly Rowland)


(Então, não encontrei tradução completa e também não encontrei tradução para algumas palavras. Acabei deixando essa música aqui com a letra original.)


[Kelly Rowland]So you try to believeIn the castle made of sandWhen it falls to the seaAnd your feet can't find drylandReach for my hand
[Pitbull]I sacrifice my life to give you my life through speakersTry to do good even though I've been crossed like JesusGod knows I got a good heartbut my blood is filled with demons I'm fighting myselfbelieve me I'm far from ignorant, far from greedyIf you know what I come from, know what I've been throughYou think there should have been another outcomeJust like most kids, a father I did it without oneCome from the city, woulda X-ed you like MalcolmThen you wonder how comeI can move in a room full of wolves so swift so smoothThank you mom for making me a manLet a mother fucker knock down my castle made of sand
[Kelly Rowland]So you try to believeIn the castle made of sandWhen it falls to the seaAnd your feet can't find drylandReach for my handReach for my hand
[rap Pitbull]
[Kelly Rowland]So you try to believeIn the castle made of sandWhen it falls to the seaAnd your feet can't find drylandReach for my handReach for my hand
[Jamie Drastik]Look, I'm from the home of the spitters, the winners, the big appleCame down to south beach to build a new castleEvery day I'm hustling and every day you hassleDoing what you can and I'm doing what I have toThrow me in the jungle and I'll show you I'm a winnerI'm coming out to dinner and wearing a chinchillaI did it for my town to show em the big picturePit Hit the switch, I promise to never switch upThis is for my brother took three and went to jailI'm sendin' all the pictures of my shows through the mailHe hit me with a letter, said: I know you'll never failSo put me on a beach with a bucket and a pale
[Kelly Rowland]So you try to believeIn the castle made of sandWhen it falls to the seaAnd your feet can't find drylandReach for my handReach for my hand

Beijo, C.

Trechos do livro "O diário de Anne Frank".

"Como a imaginação das pessoas é capaz de deturpar os fatos reais."
"Você só conhece mesmo uma pessoa quando tem com ela uma briga. Só então pode avaliar seu verdadeiro caráter."
"O mais certo é que a imaginação é capaz de assumir papel importante em determinados momentos críticos."

"É um bocado difícil manter um comportamento exemplar com pessoas que a gente não suporta, principalmente quando não se sente uma única palavra do que se está dizendo."
"Uma pessoa pode sentir-se isolada, mesmo sendo amada por muita gente, só pelo fato de não ser a única de ninguém."
"Você saberia dizer-me por que razões as pessoas procuram sempre esconder seus verdadeiros sentimentos?"

"A verdade é que as coisas são más quando a gente as faz más."
"Como é difícil viver em luta com o próprio coração e a razão, no momento certo cada um falará por si, mas como ter certeza de ter escolhido o momento exato?"
"Muitas vezes discutimos o futuro, o passado e o presente, mas como já disse, parece-me que ainda não encontrei o que realmente procuro, e ainda assim sei que existe."
"Não é imaginação minha dizer que olhar para o céu e ver as nuvens, a lua e as estrelas torna-me paciente e calma."

"Enquanto existir isso, enquanto eu estiver viva e puder contemplar este sol e este céu sem nuvens, enquanto isto existir, não poderei ser infeliz."
"Vejo agora que recebemos amplas compensações pelo que nos falta."
"E quem é feliz, faz feliz os outros. Aquele que tem fé e coragem jamais perecerá na desgraça."

"Sabe, não consigo meter na cabeça como alguém pode dizer: "Sou fraco" e continuar assim. Afinal, se se reconhece a fraqueza, por que não lutar contra ela, por que não treinar o caráter? Sabe qual foi a resposta? "Por que é muito mais fácil." Fiquei decepcionada. Fácil? Quer dizer que uma vida inútil e falsa é vida fácil? Não me conformo, isso não pode ser verdade, não deve ser verdade, as pessoas podem facilmente ser tentadas pela inatividade e... pelo dinheiro."
"Todos nós vivemos, mas sem saber o porquê nem o para quê. Vivemos todos com o objetivo de ser felizes."

"Preguiça pode parecer atraente, mas trabalho dá satisfação."
"Uma consciência em paz torna as pessoas fortes."
"Toda criança tem que zelar pela própria educação", aos pais cabe dar conselhos e indicar caminhos, mas a formação final do caráter de uma pessoa está em suas próprias mãos."

Beijo, C.

When we stand together - Nickelback.

 Mais um dependendo de uma reza e todos nós desviamos o olhar.Pessoas fingindo em todos os lugares. É só mais um dia.Há balas voando pelo ar e elas ainda continuam.Nós vemos isso acontecer ali e depois esquecemos.Nós devemos permanecer juntos
Não existe essa de ceder.
De mãos dadas para sempre é aí que todos nós ganhamos.Eles nos dizem que tudo está bem e nós simplesmente vamos na onda. Como podemos dormir à noite quando algo está claramente errado? Quando poderíamos alimentar o mundo faminto co que jogamos fora? Mas tudo o que servimos são palavras vazias que sempre têm o mesmo gosto.Nós devemos permanecer juntos.Não existe essa de ceder.De mãos dadas para sempre é aí que todos nós ganhamos.A coisa certa para nos guiar está bem aqui dentro de nós.Ninguém pode nos dividir quando a luz está quase sumindo.Mas assim como o pulsar de um coração, a batida da bateria continua e a batida da bateria continua assim como o pulsar de um coração.


Clipe da música When we stand together - Nickelback.


Beijo, C.

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Vamos acabar com as notas - Stephen Kanitz

 "Damos notas a hotéis, a videogames e a tipos de café. Mas faz sentido dar notas a seres humanos como fazem as escolas e nossas universidades? Ninguém dá a Beethoven ou à Quinta Sinfonia uma nota como 6.8, por exemplo.

O que significa dar uma "nota" a um ser humano? Que naquele momento da prova, ele sabia x% de tudo o que os professores gostariam que ele soubesse da matéria. Mas saber "algo" significa alguma coisa hoje em dia? Significa que você criará "algo" no futuro? Que você será capaz de resolver os inúmeros problemas que terá na vida? Que será capaz de resolver os problemas desta nação?

É possível medir a capacidade criativa de um aluno? Quantos alunos tiraram nota zero justamente porque foram criativos ou criativos demais? Por isso, não damos notas a Beethoven nem a Picasso, não há como medir criatividade.

Muitos vão argumentar que o problema é somente aperfeiçoar e melhoras o sistema de notas, que obviamente não é perfeito e as suas falhas precisam ser corrigidas. Mas e se, em vez disso, abolíssemos o conceito de notas? Na vida real, ninguém nos dará notas a cada prova ou semestre. Você só perceberá que não está sendo promovido, que as pessoas não retornam mais seus telefonemas ou que você não está mais agradando.

Aliás, saber se você está agradando ou não é justamente uma competência que todo mundo deveria aprender para poder ter um mínimo de desconfiômetro. Ou seja, deveríamos ensinar a autoavaliação. Com os alunos se autoavaliando, dar notas seria contraproducente. Não ensinamos a técnica de autoavaliação, tanto é que inúmeros profissionais não estão agradando nem um pouco como professores e, mesmo assim, se acham no direito de dar notas a um aluno.

O sistema de "dar" notas está tão enraizado no nosso sistema educacional que nem percebemos mais suas nefastas consequências. Muitos alunos estudam para tirar boas "notas", não para aprender o que é importante na vida. Depois de formados, entram em depressão, pois não entendem por que não arrumam um emprego apesar de terem tido excelentes "notas" na faculdade. Foram enganados e induzidos a pensar que o objetivo da educação é passar de ano, tirar nota 5 ou 7, o mínimo necessário.

Ninguém estuda mais pelo amor ao estudo, mas pelas cenouras que colocamos na sua frente. Ou seja, as "notas" de fim de ano. Educamos pelo método de pressão e punição. Quando adultos, esses jovens continuarão no mesmo padrão. Só trabalharão pelo salário, não pela profissão.
Se o seu filho não quer estudar, não o force. Simplesmente corte a mesada e o obrigue a trabalhar. Ele logo descobrirá que só sabe ser menino de recados. Depois de dois anos no batente ele terá uma enorme vontade de estudar. Não para obter notas boas, mas para ter uma boa profissão.

Robert M. Pirsig, o aurto do livro Zen e a Arte da Manutenção de Motocicletas, testou essa ideia em sala de aula e, para sua surpresa, os alunos que mais reclamaram foram os do fundão. São os piores alunos que querem notas e provas de fim de ano. Os melhores alunos já sabem que passaram de ano, muitos nem se dão ao trabalho de buscar o diploma.

Sem notas, os piores alunos seriam obrigados a estudar, não poderiam mais colar nas provas e se autoenganar. Provas não provam nada, o desempenho futuro na vida é que é o teste final. Imaginem um sistema geral de autoavaliação em que os alunos não mais estudariam para as provas, mas estudariam para ser úteis na vida. Imaginem um sistema educacional em que a maioria dos alunos não esqueceria tudo o que aprendeu no 1º ano, mas, pelo contrário, se lembraria de tudo o que é necessário para sempre.

Criaríamos um sistema educacional em que o aluno descobriria que não é o professor que tem de dar notas, é o próprio aluno. Todo mês, todo dia, todo semestre, pelo resto de sua vida."

Texto escrito por Stephen Kanitz.

Nem preciso comentar.
Beijo C.

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Você deixou saudade.

 Hoje pela manhã no colégio assisti à uma palestra sobre Acidentes no Trânsito.
Achei bem interessante tudo o que ouvi e acredito que todos lá presentes acharam o mesmo, pois o auditório ficou em completo silêncio durante todos os relatos que nos eram passados sobre vítimas do trânsito.

Entre tantas coisas que vi e ouvi, me prendi mais com a questão da falta que é sentida pelos parentes das vítimas que faleceram neste tipo de tragédia.

A cada instante em que o sargento/policial dizia que a dor nunca mais vai embora da vida das pessoas que perderam alguém que amavam, ele se enchia de razão. Talvez ele já tenha passado por isso, também, mas eu posso dizer que sei o que é isso.

Sentir falta de alguém que é tirado de nossas vidas tão injustamente causa uma pane total no sistema. É severamente complicado e doloroso. Só quem passou por isso entende da dor que aqui menciono.
Eu diria também que o trânsito é um perigo real de verdade, só que as pessoas ás vezes gostam de brincar de imortais, deixando consequências para as vidas daqueles que nada tinham de envolvimento.

A dor de perder alguém para as estatistícas do trânsito é cruel. Espero que os motoristas comecem a parar de brincar de imortalidade, pois somente em um final de semana normal morrem, aproximadamente, 20 pessoas no Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Espero que os motoristas comecem a parar de brincar de imortalidade para não carregarem culpa para o resto da vida e para não deixarem um gigantesco buraco de dor no coração daqueles que perderam alguém que muito amavam.


Pai, você deixou saudade!
Beijo, C.

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

A eterna conexão de corações.

 Em cada linha há sempre um coração que pulsa com mais frequência. Há também em cada linha um coração que não sabe como declarar ou expor o tanto amor que sente por outra pessoa.
Em cada linha há sempre um coração que tenta trocar o amor que sente por alguém pelo ódio, mas mal ele pode compreender que entre ódio e amor há uma linha tão tênue que os dois sentimentos acabam fazendo parte de um mesmo contexto.

Em cada linha há um coração forrado de saudades e outro forrado de esquecimento. Há também em cada linha um coração confuso, há sempre um coração que cala de dor e outro que transcende de felicidade. Em cada linha há sempre um coração que chora, que implora e que diz "por favor, volta!". Mas há linhas em que existem corações que ignoram o que um dia amaram.

Em cada linha há corações que estão transbordando de amor e há também corações transbordando de rancor.

A eterna fusão e confusão e perdição de corações. Alguns calorosos, outros gelados. São tantas linhas invisíveis nessa conexão que liga os corações, que esta, em algum momento, acaba fazendo com que todos os corações se tornem uma única e grande ligação.

Texto escrito devido a um desenho que eu fiz na aula de Português hoje de manhã.
Beijo, C.

domingo, 6 de novembro de 2011

Parece dezembro.

Os finais de semana parecem estar se tornando mais extensos.
Estou me sentindo em dezembro.

O clima por essa cidade foi tão quente no final de semana que se despede em minha janela que acho que me trouxe, além de regatas e shorts e sandálias, um pouco mais de entendimento - o qual, geralmente, é encontrado em dezembro.

Talvez seja uma consequência do terceiro ano do Ensino Médio começar as considerações de final de ano um pouco antes do que os outros anos. Por ser o último, este se torna responsável para pensar pelos anos do Ensino Médio e alguns momentos do Ensino Fundamental, constando-se tudo o que foi aprendido e momentos que se tornaram inesquecíveis. Todos os anos formam um grande conjunto de lições, mas nem todo mundo que abandona o colegial terá tirado o máximo proveito de todas as lições que foram ensinadas durante esse período. Mas acredito que todos tenham um tempo certo para aprender.

O calor foi tão intenso que pareço estar em dezembro. Necessário seria uma piscina, porém nem ontem nem hoje a tive. Nem me preocupei. O final de semana foi tão bom que ela não se fez explendidamente necessária.
Talvez seja aquela história de fazer todos os dias algo que nunca pensamos que faria ou, simplesmente, estar na companhia de pessoas que gostamos e, com tudo isso, reunir mais algumas histórias pra contar.

Hoje, por exemplo, fiz uma coisa que nunca pensei que faria: encostar a mão em um cachorro da raça Pastor Alemão. E que surpresa! Parece ser um animal tão brabo e perigoso... Que nada, tão dócil e brincalhão.

 Dezembro ainda não chegou, mas com o clima deste final de semana talvez eu possa ter uma prévia do que será o próximo mês nestas temperaturas que fazem me sentir em dezembro.

Ótima semana,
Beijo, C.

Um dia você aprende.

By William Shakespeare.
 "Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença entre dar a mão e acorrentar uma alma. E você aprende que amar não significa apoiar-se. E que companhia nem sempre significa segurança. Começa a aprender que beijos não são contratos e que presentes não são promessas.

Começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança.
Aprende a construir todas as suas estradas no hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão.

Depois de um tempo você aprende que o sol queima se ficar exposto por muito tempo.
E aprende que, não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam… E aceita que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la por isso. Aprende que falar pode aliviar dores emocionais.

Descobre que se leva anos para construir confiança e apenas segundos para destruí-la…
E que você pode fazer coisas em um instante das quais se arrependerá pelo resto da vida. Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias.
E o que importa não é o que você tem na vida, mas quem você tem na vida.
E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher.

Aprende que não temos de mudar de amigos se compreendemos que os amigos mudam…
Percebe que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos. Descobre que as pessoas com quem você mais se importa na vida são tomadas de você muito depressa… por isso sempre devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas; pode ser a última vez que as vejamos. Aprende que as circunstâncias e os ambientes têm influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos. Começa a aprender que não se deve comparar com os outros, mas com o melhor que pode ser.

Descobre que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que quer ser, e que o tempo é curto.
Aprende que não importa onde já chegou, mas para onde está indo… mas, se você não sabe para onde está indo, qualquer caminho serve.
Aprende que, ou você controla seus atos, ou eles o controlarão… e que ser flexível não significa ser fraco, ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem, pelo menos, dois lados. Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as conseqüências. Aprende que paciência requer muita prática.

Descobre que algumas vezes a pessoa que você espera que o chute quando você cai é uma das poucas que o ajudam a levantar-se. Aprende que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência que se teve e o que você aprendeu com elas do que com quantos aniversários você celebrou. Aprende que há mais dos seus pais em você do que você supunha.
Aprende que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens… Poucas coisas são tão humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso.

Aprende que quando está com raiva tem o direito de estar com raiva, mas isso não te dá o direito de ser cruel. Descobre que só porque alguém não o ama do jeito que você quer que ame não significa que esse alguém não o ama com tudo o que pode, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso.

Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém… Algumas vezes você tem de aprender a perdoar a si mesmo.
Aprende que com a mesma severidade com que julga, você será em algum momento condenado.
Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára para que você o conserte. Aprende que o tempo não é algo que possa voltar.
Portanto, plante seu jardim e decore sua alma, em vez de esperar que alguém lhe traga flores.

E você aprende que realmente pode suportar… que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais. E que realmente a vida tem valor e que você tem valor diante da vida! Nossas dúvidas são traidoras e nos fazem perder o bem que poderíamos conquistar se não fosse o medo de tentar."
(http://williamshakespearewilliam.blogspot.com/)

Gosto tanto dessa mensagem que precisava compartilhá-la com vocês.

Beijo, C.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...